EFI : European Forest Institute
Support EFIATLANTIC
Pinède
Le réseau pour la gestion durable des forêts cultivées.

français espagnol portugais english

FORSEE : Indicateur évalué

Indicador 4.5 : Madeira Morta

Custo

Custo Total

2 990.25 €

Custo por ha

0.35 €

(inclui recolha de dados de inventário e respectivo processa-mento)

Resultados

Tabela 5 – Resultados médios da madeira morta no solo (logs)

table1

Tabela 2 - Resultados médios da madeira morta em pé (snags)

table2

Observações

Existe um número bastante significativo de árvores mortas de Pinus pinaster de pequena ou média dimensão. Em contrapartida no caso das folhosas diversas encontramos um número significativo de árvores com diâmetro superior a 30 cm e também árvores de pequena dimensão. Estes dois tipos de floresta são de maior relevância no que diz respeito à madeira morta.

As classes de decomposição 1 e 2 são as classes mais importantes nas folhosas diversas apresentando o número mais elevado de snags e logs. Na espécie Pinus pinaster as cinco classes apresentam um número de snags e logs muito elevado, sendo significativo o elevado número de indivíduos na classe de decomposição 5.

Problemas e melhorias

É importante decidir qual o diâmetro mínimo de amostragem dos logs. Neste caso foi utilizado o diâmetro mínimo de 50 mm nos povoamentos de eucalipto e de 75 mm nos outros povoamentos. Pode haver subjectividade na escolha das classes de decomposição, principalmente nas classes centrais (2, 3 e 4).

Conclusões

As folhosas diversas, consoante os critérios que se têm discutido como indicadores de biodiversidade, têm um valor mais significativo consequência da dimensão destas árvores. Sob o ponto de vista do número de árvores mortas é a Pinus pinaster que tem um maior contributo.

logo1logo2
Projet cofinancé par l'Union Européenne
Initiative Communaitaire FEDER
INTERREG IIIB Espace Atlantique