Common Forest Pests and Diseases in Europe - Euc-F-2

Podridão branca do eucalipto

Phellinus torulosus (Basidiomycota, Aphyllophorales).
Sinónimos: Fomes torulosus, Polyporus torulosus

Hospedeiros

Eucaliptos (Eucalyptus), castanheiros (Castanea), carvalhos (Quercus), choupos (Populus) e outras folhosas.

Identificação

  • As árvores apresentam-se enfraquecidas, com queda das folhas, seca e morte progressiva dos ramos e dos ápices.
  • Presença de frutificações (carpóforos de grandes dimensões) na base dos troncos. Inicialmente são amarelados, tornando-se acastanhados e de forma variável (Foto 1). Estes carpóforos perenes podem manter-se muito tempo, continuando a desenvolverem-se durante muitos anos (Foto 2).
  • O cerne das árvores afectadas apresenta uma podridão branca (Foto 3).
  • As raízes podem igualmente ser afectadas.

Danos

  • A podridão branca deprecia a qualidade da madeira.
  • As árvores infectadas podem sobreviver durante muitos anos, mas a sua resistência mecânica fica muito diminuída podendo vir a cair sob a acção de condições meteorológicas adversas.

Biologia

  • Quando o lenho já está muito afectado, o fungo produz grandes frutificações na base do tronco.
  • Os esporos são produzidos nos carpóforos, posteriormente libertados e disseminados pelo vento.
  • Ao longo de todo o ano, os esporos de P. torulosus podem penetrar na árvore através de feridas na base dos troncos.
  • Uma vez no interior da árvore, o fungo desenvolve-se progressivamente no cerne e nas raízes.

Factores de risco

  • As árvores velhas são as mais susceptíveis de ser atacadas pelo fungo.

Medidas de gestão

Medidas preventivas

  • Evitar as feridas na zona do colo das árvores.
  • Em árvores com valor ornamental, as feridas deverão proteger-se com pastas fungicidas, como por exemplo um pó molhável à base de oxicloreto de cobre.

Meios de luta

  • Não existem fungicidas homologado contra esta doença em Portugal.
Foto 1: Carpóforo de Phellinus torulosus com consistência lenhosa, na base do tronco.
Foto 2. Grandes carpóforos acastanhados perenes.
Foto 3: Cerne de um eucalipto evidenciando podridão alveolar.

Fotos : Photo 1, 2 & 4: F. Cataeno: 3: I. Melo.


Back to the list